Artistas Tradicionais Entrevistados. Modelos Que Participaram das Fotografias

Por: .

Introdução à pedagogia das atividades circenses.

Send to Kindle


Artistas Tradicionais Entrevistados

Alexandro Brede Bastias (Alex), 36 anos, é artista circense de uma família tradicional de trapezistas 
e atua atualmente como portor de Icários com seu filho Alan. Começou na arte circense com 13 anos com acrobacias e, durante a adolescência, especializou-se como trapezista. Trabalhou em diversos circos brasileiros (Di Napoli, Beto Carreiro, Moscou etc), e também em outros países como Arábia Saudita e Suriname. Atualmente é também professor da Escola de Circo Cia. do Circo em Campinas - SP, de propriedade de sua família. http://www.ciadocirco.com.br Entrevistado por Daniela Helena Calça 

Dirceu Mendes Lima, 26 anos, nasceu no Rio de Janeiro e atua profissionalmente como acrobata e equilibrista. Obteve sua formação artística pela Escola Nacional de Circo, no Rio de janeiro, e trabalha há treze anos como artista circense. Passou sete anos de sua vida fora do país (especialmente nos Estados Unidos) e atualmente trabalha como paradista no Circo Beto Carreiro no Estado de São Paulo. Entrevistado por Rodrigo Mallet Duprat 

João Carlos Mattos Filho, 24 anos, nascido em Londrina - PR, é terceira geração da família tradicional Gley especializada em báscula. Trabalhou em diferentes circos (Orfei, Spacial, Europeu, Garcia) e atualmente está com sua família no Internazionali Circo Di Napoli. Iniciou sua carreira na báscula aos 7 anos e com 13 começou a atuar com seu número solo de Rola-Rola. Na atualidade também se apresenta com Tecido. Entrevistado por Daniela Helena Calça e Daniel de Carvalho Lopes 

João Carlos Mattos, 54 anos, atualmente trabalha no Internazionali Circo Di Napoli, embora tenha residência em São Caetano do Sul, segunda geração de artistas circenses tradicionais, responsável pela troupe de Báscula Russa da Família Gley. Desde 1976 atua como profissional circense, tendo apresentado em diversas regiões do Brasil, em diferentes países da América do Sul e Central e da Europa, em circos como Thyani, Garcia, Vostok e Orfei. Foi mestre de diversos acrobatas e basculistas que hoje trabalham em diferentes circos brasileiros e no estrangeiro. Entrevistado por Leandro Firinino 

João Paulo Simão, 30 anos, licenciado em Educação Física (FEF - UNICAMP), professor de acrobacias, capoeira e Circo na escola de ensino médio Oswald-Caravelas (São Paulo), músico integrante do grupo Barbatuques e do grupo Ares de performances aéreas. Estudos e trabalhou na Cia Nau de Ícaros como perna-de-pau e malabarista e desde 1997 atua no seguimento circense. Entrevistado por Marco Antonio Coelho Bortoleto 

Maria Delisier Rethy, 68 anos, nascida e criada em circo, quarta geração de família circense, atualmente reside na cidade do Rio de Janeiro e trabalha como professora na Escola Nacional de Circo (ENC). Trabalhou como artista circense (parada de mãos, patins, trapézio, acrobacias, etc) em diversos circos das famílias Robatini e Batista, e nos Circos Garcia, Águas Humanas, Pavilhão Azul 1 e 2, Sarrazani, Norte Africano, Sul Africano entre outros, com apresentações por todo Brasil e no exterior. Entrevistada por Elisângela Carvalho Ilkiu 

Miriam Rosário Madureira (Família Orteney), 54 anos, é artista circense de uma família tradicional de malabaristas (sétima geração). Começou a trabalhar no circo aos oito anos e estreou como malabarista aos onze. Trabalhou nos grandes circos brasileiros (Circo Popular, Tiani etc.) e também fora do país realizando números diversos (arame, palhaça, rola-rola, contudo, especializou-se em malabares de claves, dedicando especial atenção para o solo com três, modalidade que pratica até hoje. Entrevistada por Rodrigo Mallet Duprat 

Ramón Martin Ferroni, 82 anos, artista circense tradicional nascido em Rosário, Argentina, atuou profissionalmente como ciclista acrobático, monociclista e antipodista nas décadas de 30 a 80. Apresentou-se em quase todos os grandes circos do Brasil (Tiani, Garcia, Orlando Orfei, etc.) e também na Europa, excursionando praticamente por todos os continentes. Ramón Ferroni também foi responsável pelo projeto e criação de seu próprio instrumento de trabalho, uma bicicleta desmontável que resultava em um monociclo. Atualmente, aposentado, reside em São José dos Campos - São Paulo. Entrevistado por: Daniel de Carvalho Lopes e Danilo Aparecido Morales 

Riciere Pastori, 72 anos de idade, praticante de diferentes modalidades acrobáticas desde 1954. Artista com a dupla de acrobacia "Les Spartas", atuou no Circo Tiani no Brasil e em diversos países das Américas, além de ter trabalhado em Las Vegas (EUA) no espetáculo " Lê Reviè". Foi diretor técnico de Ginástica Olímpica do Clube Recreativo Tietê (SP) durante 18 anos. Atualmente é professor de Acrobalance no Centro de Formação Profissional das Artes do Circo (CEFAC) em São Paulo capital, onde reside, além de presidir a Liga de Ginástica Acrobática (LINDAG) e organizar o Festival Mercosul de Ginástica e Circo. Entrevistado por Danielle Lopes Tannan 

Roger Avanzi, artista tradicional de circo, natural de São José do Rio Preto (SP), nascido em 7 de novembro de 1922 (85 anos), descendente de franceses, iniciou-se no picadeiro ainda recém-nascido, no colo de uma criada que o entregava para seu pai o palhaço Picolino (Primeiro), dizendo que o filho era dele. Segundo reza a lenda, algum tempo depois, quando já caminhava, foi literalmente jogado no picadeiro, vestido e pintado de palhaçinho, dando origem a sua carreira de cômico-palhaço. Contudo, somente aos 32 anos de idade estreou como o palhaço Picolino (o Segundo, como ele mesmo menciona). Atuou em diversos circos brasileiros (Nerino, Garcia, etc.) em todas as regiões brasileiras e em diversos paises da América do Sul. Apesar de ter dedicado grande parte de sua vida ao Palhaço Picolino, também atuou como acrobata de cavalos e bicicletas, trapezista e como intérprete de múltiplas obras de circo-teatro. Entrevistado por Marcio Parma e Thiago Sales 

MODELOS QUE PARTICIPARAM DAS FOTOGRAFIAS

Daniel de Carvalho Lopes 
Daniela Helena Calça
Danilo Aparecido Morales 
Diego Ferreira 
Heber Teixeira 
Kátia Cayres Tortorella 
Leandro Firmino 
Luciana Coelho Bortoleto 
Marco Antonio Coelho Bortoleto 
Marcio Parma 
Pedro Henrique de Godoy Pinheiro 
Renan Bortoleto Ferreira 
Rodrigo Mallet Duprat 
Sebastião Rodrigues das Chagas 
Uendreo Nunes 

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.