As Crianças e a Mídia-educação Brasileira

Por: Geusiane Miranda de Olveira Tocantins, Ingrid Dittrich Wiggers e João da Silveira Guimarães.

XIX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VI Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

A criança foi compreendida ao longo da históriacomo um ser vazio de conhecimento, puro, inocente e desconhecedor do mundo, que ao passar dos anos se torna menos criança por sua maturação biológica, ganhando cada vez mais habilidade para se tornar um adulto. Essa ideia, todavia,é contestada por Buckingham (2007),que contraria a concepção de criança como um ser indefeso, totalmente vulnerávele desprovido de capacidade de reflexão. O autor corrobora com a idéia de Ariés (1981) ao afirmar que a infância é o resultado de uma construção histórica e social, sofrendo modificações ao longo do tempo, dependendo do espaço, tempo e cultura. Não há um padrão de infância para a humanidade,mas sim diferentes conotações dependentes dos meios sociaise dos momentos históricos.

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/index.php/conbrace2015/6conice/paper/viewFile/7572/3806

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.