As Relações do Circo com a Escola

Por: Jorge Pérez Galiardo e .

Introdução à pedagogia das atividades circenses.

Send to Kindle


Resumo

A falta de reflexão sobre o papel da Escola em nossa sociedade tem levado a um desenvolvimento errático da mesma. E as pesquisas vêm procurando a solução dos problemas na medida em que estes vão se apresentando como empecilhos para desenvolver algum programa de intervenção educacional. Daí que as soluções apenas alcançam esses problemas específicos, mas não a sua origem. Refletindo sobre isso, o Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Física Escolar (GEPEFE) tem tentado encontrar a causa dessa insustentável situação. O caminho encontrado para desvendar onde a Escola e as instituições que dizem relação com a Educação Formal perderam seu rumo, foi a revisão das diferentes fontes de informação, tanto antigas quanto atuais, e após muita análise e reflexões o GEPEFE chegou às seguintes conclusões: A função da Escola é socializar o conhecimento universalmente produzido, com todos os integrantes da sociedade, de acordo com as características, necessidades e expectativas da população escolar. Como também possibilitar a vivência de valores humanos de convívio social que sejam relevantes para viver nesse grupo social (Normas, Regras e Regulamentos que fazem parte de sua organização social). (PÉREZ GALLARDO, 2003). Diante do papel de formar cidadãos, a Escola e o currículo escolar se defrontam com duas questões fundamentais: quais são os conhecimentos necessários que se acreditam úteis para o desenvolvimento desse aluno em cidadão (Capacitação), e quais são os valores de convívio social adequados para viver na sociedade (Formação Humana), neste caso, no Brasil. Essa reflexão nos remete a outro problema que é a preparação de um profissional que dê conta da formação e transformação do aluno em cidadão, isto é, qual deve ser o perfil profissional desse professor, levando em conta as três grandes competências que constituem o perfil da formação profissional: Conhecimentos, Habilidades didático-pedagógicas, e Atitude profissional (valores cívicos e morais). Isso nos conduz à análise da formação profissional dos professores, e, no nosso caso, do professor de Educação Física, já que no Brasil a profissão de Professor de Educação Física é oferecida em Instituições de Ensino Superior (Universidades). Segundo Pérez Gallardo (2002), a Universidade tem como objetivo intrínseco recopilar e armazenar todo o conhecimento universalmente produzido seja da cultura tradicional ou da erudita, com o intuito de analisá-lo, amplificá-lo, sistematizá-lo e distribuí-lo por meio de seus três grandes campos de atuação: Ensino, Pesquisa e Extensão. Para satisfazer esses objetivos, ela é organizada em Faculdades, Institutos e Departamentos, responsáveis pelo desenvolvimento de seus respectivos campos de conhecimento e áreas de atuação. No que tange à função de socialização do conhecimento (Ensino), existe uma área específica que se denomina Licenciatura, responsável pela escolha, análise e adequação dos conhecimentos, que deverão ser ministrados nas Escolas (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio), numa relação indissolúvel entre essa preparação universitária do docente e a sua tarefa de fato na Escola, isto é, de pesquisador, educador e divulgador. Dentro das Licenciaturas se encontra a área de Educação Física, e em sua relação direta com as funções da Universidade, ela é responsável pela socialização de todo o conhecimento universalmente produzido pela Cultura Corporal, tais como: Jogos, Brincadeiras, Esportes, Danças, Lutas, Elementos das Artes Cênicas, Elementos das Artes Musicais, Elementos das Artes Plásticas, e de todo o conhecimento por ela produzido, denominado Ginásticas (COLETIVO DE AUTORES, 1992; PEREZ GALLARDO et al., 2003). Em consequência, a tarefa do Licenciado, Professor de Educação Física, deve ser ministrar esse conhecimento. 

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.