Avaliação da Eficácia de Treinamento na Percepção de Treinadores de Modalidades Esportivas

Por: Andréa Duarte Pesca.

2013

Send to Kindle


.Resumo

Recentemente foi incorporado na literatura esportiva o conceito eficácia de treinamento, o qual foi baseado na abordagem social cognitiva de Bandura e, mais especificamente, na teoria da autoeficácia. Feltz, Chase, Moritz e Sullivan (1999) propõem um modelo de eficácia de treinamento como sendo o desenvolvimento da confiança dos treinadores em sua capacidade de influenciar o aprendizado e o desempenho de seus atletas. Esta pesquisa tem como objetivo principal adaptar e validar a Escala de Eficácia de Treinamento Coaching Efficacy Scale para o contexto brasileiro. Esta pesquisa é de natureza exploratória, descritiva e correlacional. A amostra definida neste estudo foi de caráter não probabilístico, ou seja, não se constitui ao acaso, mas depende das características específicas que o investigador tem interesse de pesquisar. Esta pesquisa foi realizada com 207 treinadores de 5 modalidades esportivas: futebol, basquete, vôlei, handebol e tênis de campo e dividida entre treinadores de categorias de base e da categoria profissional. Os resultados indicam que a EET (Escala de Eficácia de Treinamento) apresenta evidências de validade de construto adequados ao modelo teórico e aos propósitos deste estudo. A correlação entre as dimensões da Escala de Eficácia de Treinamento e as variáveis do perfil do treinador permite identificar a força da relação da escala, o que pode favorecer estudos comparativos interculturais e a busca por evidências de relações preditivas entre eficácia de treinamento e o desempenho dos atletas e treinadores. Os resultados deste estudo também podem fornecer informações importantes para a formação de treinadores brasileiros. 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.