Avaliação do Consumo Alimentar e Nível de Atividade Física de Pessoas com Hipertensão E/ou Diabetes

Por: Evelyn Dias de Oliveira.

54 páginas. 2020 24/08/2020

Send to Kindle


Resumo

Com a mudança do estilo de vida dos indivíduos, a preferência por alimentos industrializados de fácil preparo e a diminuição da prática de atividade física, contribui para o aumento no número de pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, como hipertensão arterial sistêmica (HAS) e diabetes mellitus (DM). Neste sentido, a avaliação do consumo alimentar e do nível de atividade física de pessoas hipertensas e/ou diabéticas se faz necessária para auxiliar na elaboração de estratégias que busquem a melhora da saúde e qualidade de vida desta população. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi investigar o consumo alimentar e nível de atividade física de usuários de unidade de saúde pública com hipertensão arterial e/ou diabetes mellitus, e buscar possíveis associações. Participaram 159 voluntários hipertensos e/ou diabéticos, 102 do sexo feminino e 57 do sexo masculino, com média de idade de 64,9 anos (21 a 91), sendo 55 hipertensos, 16 diabéticos e 88 com HAS e DM, usuários da unidade de saúde do município de Saltinho, SP. Foram coletados dados aplicando-se questionários na forma de entrevista. Para investigar o consumo alimentar utilizou-se o questionário proposto pelo Ministério da Saúde do Brasil (2015) e para avaliar o nível de atividade física foi aplicado o Questionário Internacional de Atividade Física - IPAQ, versão curta. Para verificar a associação entre o consumo alimentar e nível de atividade física foi utilizado o teste Qui-Quadrado Pearson. O nível de significância adotado foi p < 0,05 e intervalo de confiança de 95%. Nos resultados, 100 voluntários (63%) foram classificados como sedentários ou irregularmente ativos (Grupo Não Ativos) e 59 (37%) como ativos ou muito ativos (Grupo Ativos). A associação entre o consumo dos alimentos saudáveis frutas frescas, feijão, verduras e/ou legumes, e não saudáveis hamburguer e/ou embutidos, macarrão instantâneo, salgadinhos de pacote ou biscoito salgado, biscoitos recheados doces ou guloseimas com o nível de atividade não foi significativa, o consumo alimentar não saudável de bebidas adoçadas teve associação significativa com o Grupo Ativos. Conclui-se que o hábito de realizar atividade física não foi associado com o consumo alimentar saudável, e que teve associação com o hábito não saudável de ingerir bebidas adoçadas, nos voluntários hipertensos e/ou diabéticos.

Endereço: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.xhtml?popup=true&id_trabalho=10504026

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.