Aventura e Risco no Skateboard-street: Um Estudo do Imaginário Social de Jovens Skatistas

Por: Maria Regina de Menezes Costa.

2004 05/01/2004

Send to Kindle


.Resumo

As práticas de lazer que se constituem de risco calculado, entre elas o skateboard, vêm recebendo adesão do público juvenil e trazem alterações simbólicas e de signos presentes no imaginário de uma época. Os jovens skatistas, representados pela sociedade como “malucos”, “meio vagabundos”, subvertem as rotinas de lazeres habituais, apropriando-se da cidade com roupas largas, bonés e gírias próprias, expandindo criatividade ao explorar o corpo e seus caminhos, quebrando a rotina do espaço urbano. Instauram novos modos de socialidade, organizando grupos que se identificam e compartilham emoções de afeto. 

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=306&listaDetalhes%5B%5D=306&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.