Campo e Identidade: as Regras do Jogo Publicitário

Por: .

197 páginas. 2007 02/06/2007

Send to Kindle


Resumo

Nesta dissertação, discutimos a pertinência da noção de campo social desenvolvida pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu como ferramenta teórica de análise científica da prática publicitária realizada hoje no Brasil. Por outras palavras, discutimos se o universo de produção dessa prática apresenta as características de um espaço social hierarquizado segundo uma lógica específica de interesses, com pontos de tangências com outros universos sociais. Ou seja, se ele constitui um espaço relativamente autônomo, espécie de microcosmo que opera como um campo de forças, onde ocorrem lutas pela sua transformação ou conservação. Uma espécie de sociedade com vínculos, regras e instituições de consagração próprias dentro de nossa sociedade. Para tanto, analisamos os discursos identitários de seus(as) agentes isto é, os significados que estudantes e profissionais da publicidade compartilham acerca dessa prática à luz da posição que ocupam hoje na sua estrutura social. Buscamos, com isso, investigar em que medida essa correlação nos indica a existência de um campo propriamente publicitário

Endereço: https://sapientia.pucsp.br/handle/handle/17202

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.