Ciclo Menstrual e o Uso de Diferentes Doses de Contraceptivo Oral Não Afetam os Parâmetros de Torque em Praticantes de Treinamento de Força

Por: Caroline Bento, Cíntia Freitas, Laís Hoinaski, Manoela Sousa, Mateus Rossato, Morgana Lunardi e Rodolfo Dellagrana.

Motricidade - v.16 - n.2 - 2020

Send to Kindle


Resumo

Objetivo: (a) verificar o efeito de diferentes momentos do ciclo menstrual (CM) (menstrual e não menstrual) os mulheres que fazem uso (usuárias) ou não usam (não-usuárias) de contraceptivo oral (CO); (b) comparar a influência de diferentes doses de CO nos momentos do CM. As mulheres foram divididas em 2 grupos; não-usuárias (GNC = 13) e grupo usuárias (GC = 13). Em seguida, o GC foi dividido em dois subgrupos, (GCUB = 6) – dose ultrabaixo de estrogênio e dose baixa (GCL = 7). Todas as participantes foram avaliadas no 1º ou 2º dia do seu CM e 14º ou 15º após. O pico de torque (PT) e o trabalho (W) foram avaliados em todos os momentos do CM. No foram encontradas interações para o PT e W. Além disso, não foram observadas diferenças significativas nos parâmetros do torque entre as usuárias para as diferentes dosagens. Em conclusão, o uso e não uso de CO não afetam os parâmetros de torque nos diferentes momentos do CM. Assim, as diferentes doses dos COs parecem não afetar o torque e o trabalho durante o CM.

Endereço: https://revistas.rcaap.pt/motricidade/article/view/18181

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.