Comparação de Testes Para Avaliação do Ressalto Vertical em Jogadores de Basquetebol

Por: Bruno Pena Couto, , Margarida Deuza Cavalcante, Reginaldo Gonçalves, Yasmim Siqueira Luna e .

Journal Of Physical Education - v.31 - n.1 - 2020

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo do presente estudo foi comparar o desempenho do ressalto vertical de jogadores de basquetebol por meio dos testes Hurdle Jump e Drop Jump a partir de diferentes parâmetros de desempenho e verificar se a altura dos obstáculos utilizados (barreira e caixote) se equivalem quando forem determinadas a altura ótima e a máxima para os testes mencionados. Participaram do estudo 13 jogadores de uma equipe de basquetebol masculina (idade 18,77 ±1,78 anos, estatura 182 ±7,97 centímetros, massa corporal 76,4 ±9,55 quilogramas, tempo de prática 6,0 ±1,8 anos). A normalidade e a homogeneidade dos dados foram testadas por meio dos testes Shapiro-Wilk e Levene, respectivamente. O Test T pareado foi utilizado na comparação das médias dos resultados obtidos nos testes e o nível de significância foi p≤0,05. Os resultados das comparações das médias dos parâmetros de desempenho: ressalto vertical máximo e índice de força reativa, não apresentaram diferenças significativas (p=0,256 e p=0,243, respectivamente), em contrapartida, foram identificadas diferenças nas alturas dos obstáculos correspondentes. Essas diferenças podem ser atribuídas às características da individualidade de cada sujeito e às especificidades dos testes.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/45005

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.