Corporeidade, Corpo e Culturas Negras na Educação Física Escolar: o Conhecimento Incorporado na Dança do Siriri – Mt

Por: Anália de Jesus Moreira, Raimundo Nonato Assunção Viana e .

Corpo e Cultura.

Send to Kindle


.Resumo

A emergência da Lei Nº 10.639/2003 provoca no campo da Educação Física um repensar sobre corporeidade, corpo e cultura negras no contexto de movimento contra hegemônico proposto pelas bases constitutivas teóricas da referida Lei. Para tanto, é preciso redimensionar conceitos, revalorizar manifestações da cultura negra e ampliar a compreensão sobre corpo e sociedade. A tarefa pode ser sustentada a partir dos aportes interdisciplinares principalmente compreendendo a História enquanto campo dinâmico e a consideração sobre as chamadas epistemologias descolonizadoras, a exemplo dos estudos culturais e decoloniais. Esse diálogo interfere na constituição epistemológica da Educação Física e, a perceber a atualidade destes novos pensamentos, acreditamos no enriquecimento das proposições de forma a contemplar os debates sobre relações étnico-raciais nesse componente curricular.

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.