Custo com Tratamento e Indicadores de Risco em Pacientes Diabéticos, Segundo Esquema Terapêutico

Por: Clara Suemi da Costa Rosa, Denise Rodrigues Bueno, Henrique Luiz Monteiro, Jamile Sanches Codogno e Rômulo Araújo Fernandes.

Revista da Educação Física - UEM - v.22 - n.1 - 2011

Send to Kindle


Resumo

O estudo teve como objetivo avaliar, segundo o esquema terapêutico, gastos com tratamento e indicadores de saúde. Foram avaliados 121 diabéticos (49 homens e 72 mulheres, de idade 60+8 anos). O esquema terapêutico compreende o uso de medicamentos, exercício físico e dieta. Despesas médicas foram transformadas em moeda (reais). Complementarmente, foram analisados a pressão arterial, a composição corporal e o risco coronariano. O tratamento estatístico foi efetuado através dos testes de χ2, “t de student” e ANOVA. O Grupo “exercício/medicamento” apresentou menor gasto com clínicos gerais e menor valor médio da pressão arterial; e o grupo dieta/medicamento, menor despesa com médicos especialistas e menor índice de massa corporal e risco coronariano. Concluiu-se que a adesão ao esquema terapêutico adequado pode ser determinante para indicadores de risco e custo.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/9172/7519

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.