Defesa da Agenda da Atividade Física e Esporte nas Eleições de 2020.

Por: .

Blog do CEV - 2020

Send to Kindle


Nas eleições que se aproximam serão mais de 500 mil candidatos e candidatas paras as vagas do poder legislativo (vereadores e vereadoras) e executivo (prefeitos e prefeitas) e é muito provável que o tema promoção da atividade física e redução do comportamento sedentário não estejam presentes nas reflexões e possivelmente nem nas ações caso sejam eleitos/eleitas.

Acredito que possamos de alguma forma, sem muito esforço, indicar para os nossos candidatos e candidatas, a chance de considerarem a pauta da atividade física e sua importância para as políticas públicas, se não for pelo fato que a atividade física e o esporte é um direito, como aparece na Carta Internacional da Educação Física da UNESCO  que seja pelo discurso que estamos vivendo várias pandemias, como da Covid-19, obesidade e da inatividade física e que juntas forma uma SINDEMIA.

Recomendo que se apropriem de quatro manifestos e compartilhem com seus/suas candidatos/candidatas e na sequência com os eleitos/eleitas. 

O primeiro deles foi criado pelo coletivo COMO ANDA é o Manifesto por cidades para pessoas a pé que apresenta uma série de sugestões para cidades planejadas, construídas e cuidadas para - e por - pessoas a pé e chama a atenção para a importância de colocar no centro o pedestre nas políticas de mobilidade. O segundo é uma carta produzida pelo Grupo de Trabalho de Políticas Públicas da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde (SBAFS) apresenta resumidamente ações, estratégias, programas e políticas com ênfase na valorização, ampliação, adaptação e criação de espaços e ambientes que facilitem, encorajem e promovam a prática da atividade física no dia a dia dos cidadãos do seu município, tanto no lazer quanto no transporte. O Centro de estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (CELAFISCS) organizou o Manifesto da Atividade Física no Pós-Covid que procura sensibilizar e mobilizar os mais distintos grupos populacionais, órgãos governamentais, não governamentais e da iniciativa privada sobre a promoção de uma vida mais ativa, considerando os seus efeitos preventivos na mitigação e pandemias como a da COVID-19, especialmente quando realizada de forma intersetorial e multiprofissional, traz ainda uma chamada urgente para a ação com 13 pontos para a promoção da atividade física e redução do comportamento sedentário. E a Rede Esporte pela Mudança Social (REMS) que discutiu e produziu o Manifesto que busca soluções que fortalecem o esporte no Brasil e assim apresentou uma agenda de ações estratégicas que visam criar condições melhores para o esporte em defesa da vida e uma agenda até 2030. 

Não perca tempo, se aproprie e compartilhe coma sua rede, especialmente com os candidatos e candidatas das próximas eleições e depois ínsita com os/as nossos/nossas representantes eleitos/eleitas!

http://cev.org.br/biblioteca/carta-internacional-da-educacao-fisica-e-esporte-2015-versao-preliminar/

http://cev.org.br/biblioteca/a-sindemia-global-de-obesidade-desnutricao-e-alteracoes-climaticas-o-relatorio-da-comissao-lancet/

https://comoanda.org.br/

http://cev.org.br/biblioteca/manifesto-por-cidades-para-pessoas-a-pe-um-documento-em-defesa-do-caminhar-nas-cidades-ago-2020/

http://sbafs.org.br/noticia/126/gtpp-prepara-cartas-para-que-candidatos-insiram-o-tema-atividade-fisica-em-suas-propostas-de-governo

http://rems.org.br/br/manifesto-e-agenda-rems-2030/

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.