Desafios e Contribuições do CEFD/UFSM Para o Debate das Políticas Públicas de Esporte e Lazer

Por: , Luciana Marotto Homrich, Mônica Possebon e Simone Neiva Milbradt Roos.

Memórias das Trajetórias e Desafios no Cinquentenário do CEFD/UFSM.

Send to Kindle


.Resumo

Na década de 70 do século passado o Centro de Educação Física e Desportos (CEFD) da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM – viven- ciava um momento de reestruturação com foco na organização administrativa, adequação e finalização das instalações físicas e adaptação nos aspectos acadêmi- cos e didáticos, como requisito para a instalação do curso de Educação Física, conforme foi apresentado em capítulos anteriores desta obra, em especial no primeiro capítulo. Mesmo tendo esse foco, já no final desse período, em 1979, o Centro criou o Programa de Pós-Graduação em Ciência do Movimento Humano, modalidade Mestrado. Este foi o segundo Programa criado no Brasil na área, conforme debate apresentado no quarto capítulo deste livro. A rápida organização e ascensão, na busca da qualificação do quadro docente já eviden- ciava indícios de que esta nova unidade da UFSM não estava querendo apenas criar mais um Centro de Ensino, Pesquisa e Extensão, com um curso específico, mas tinha como meta a qualificação da formação docente e a valorização do conhecimento científico.
 

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.