Efeito Agudo da Corrida Aeróbica na Pressão Arterial em Jovens Adultos Normotensos

Por: Alex Lima Brito, Dilson Rodrigues Belfort e Wollner Materko.

Journal Of Physical Education - v.31 - n.1 - 2020

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo do presente estudo foi investigar o efeito hipotensivo induzido pela corrida aeróbica em jovens adultos.  Trinta e um indivíduos (18 mulheres e 13 homens) foram submetidos a uma avaliação antropométrica e o protocolo de corrida proposto em uma esteira ergométrica durante 40 min entre 60 a 70% da frequência cardíaca de reserva. Realizaram-se medidas da pressão arterial sistólica (PAS) e pressão arterial diastólica (PAD) que posteriormente foram comparados antes e ao final do protocolo de corrida através do teste t de Student para as variáveis dependentes. Todos os testes foram assumidos com α = 0,05. Em comparação com a PAS antes (127,1 ± 11,5 mmHg) e após (119,9 ± 10,2 mmHg) a corrida, os resultados obtidos evidenciaram uma diminuição da pressão arterial sistólica, o qual resultou uma diferença média de -7,2 ± 6,2 mmHg, demonstrando uma diferença significativa (p = 0,00001). Entretanto, na PAD antes (73,6 ± 8,6 mmHg) e após (72,5 ± 7,8 mmHg) não demonstrou uma diferença significativa (p = 0,36) como efeito agudo na diminuição após a corrida. Portanto, conclui-se que a corrida em moderada intensidade e longa duração pode ser auxiliado no tratamento não farmacológico da hipertensão arterial e como melhoria na saúde cardiovascular.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/43984

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.