Efeito da Suplementação de ômega-3 nas Alterações Induzidas Pelo Treinamento Combinado em Parâmetros Metabólicos e no Desempenho Físico de Idosos com Sobrepeso ou Obesos

Por: Patricia Ferreira Gomes.

96 páginas. 2020 16/03/2020

Send to Kindle


.Resumo

Os hábitos de vida adotados atualmente pela população mundial contribuem para o aumento da incidência de doenças crônicas não transmissíveis como a obesidade, doença na qual ocorre uma secreção elevada de mediadores pró-inflamatórios que comprometem o funcionamento de vários sistemas fisiológicos. Entretanto, o treinamento físico e a suplementação de ômega 3 podem induzir melhorias no desempenho físico e em parâmetros de saúde comumente afetados pela obesidade. Essas estratégias podem beneficiar principalmente indivíduos idosos, os quais apresentam com frequência declínios ocasionados pelo processo de envelhecimento. Todavia, os estudos existentes que investigaram os efeitos aditivos do treinamento físico e da suplementação de ômega 3 não apresentaram efeitos consistentes como, por exemplo, na cognição. Além disso, não existem estudos que analisaram o efeito da suplementação de ômega-3 em benefícios induzidos pelo treinamento combinado (aeróbico e força) em idosos com sobrepeso ou obesos. Deste modo, o objetivo do presente trabalho foi verificar, em uma amostra com as características mencionadas acima, os efeitos da suplementação de ômega 3 nas alterações induzidas pelo treinamento combinado sobre: metabolismo energético medido em repouso, parâmetros metabólicos, marcadores de estresse oxidativo e de dano hepático, funções executivas, desempenho aeróbico, força muscular e capacidade funcional. Foram recrutados homens e mulheres com idade ≥ 60 anos, índice de massa corporal ≥ 27 e que tinham baixa ingestão diária de ômega 3. Os participantes foram distribuídos de forma balanceada e duplo-velada entre os grupos: treinamento combinado + suplementação de ômega 3 (759 mg / d de DHA e 1941 mg / d de EPA) (T+3, n = 14) ou treinamento combinado + placebo (T+PLA, n = 12). A intervenção durou 8 semanas, sendo que a ingesta de cápsulas foi feita diariamente e o treinamento teve frequência semanal de 3 vezes. Após o período de intervenção, observamos que o treinamento combinado induziu melhorias na taxa metabólica medida em repouso, no perfil lipídico, desempenho aeróbico e de força muscular e na capacidade funcional da amostra estudada. Além disso, o treinamento aumentou as concentrações da enzima antioxidante superóxido dismutase e a velocidade de processamento cerebral medido por um teste cognitivo. Encontramos que a adição da suplementação de ômega-3 ao treinamento combinado foi capaz de aumentar o consumo de oxigênio relativizado pela massa corporal e pela massa livre de gordura em 23% e 25%, respectivamente e também observamos uma tendência de aumento da lipoproteína HDL do grupo suplementado com ômega 3 quando comparado ao grupo que ingeriu placebo, 18% e 4% respectivamente. No entanto, não foram observados efeitos da suplementação sobre as alterações induzidas pelo treinamento nos outros parâmetros investigados. Concluímos que, no período de tempo investigado, a suplementação de ômega-3 possui efeitos limitados nas alterações induzidas pelo treinamento combinado em parâmetros metabólicos e no desempenho físico de idosos com sobrepeso ou obesos.

Endereço: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.xhtml?popup=true&id_trabalho=10734799

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.