Efeito do Treinamento Aeróbio em Militares> Analisado a Partir de Diferentes Técnicas de Avauação da Composição Corporal e Pelo Consumo Máximo de Oxigênio

Por: , Fernanda Parmagnani, Luciana Carletti e Noema Almeida Magalhães.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - v.5 - n.3 - 2000

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo deste trabalho foi verificar a eficiência de diferentes equações empregadas na análise da composição corporal, estimada através de medidas antropométricas de peso/altura e de dobras cutâneas, para interpretar o efeito de um programa de treinamento aeróbio. Foram estudados 30 adultos jovens do sexo masculino, divididos em dois grupos: controle (GC) e exercício (GE). Realizaram-se as seguintes medidas antropométricas: peso, altura e medida das dobras cutâneas. O percentual de gordura (%G) foi obtido através das equações de Faulkner e Siri. O IMC (índice de massa corporal) e o S6DC (somatório de seis dobras cutâneas) também foram utilizados como medida da composição corporal. O programa de exercícios aeróbios do GE foi realizado durante 13 semanas, com sessões de duração de 50 minutos. Durante as semanas de treino, a intensidade das cargas foi aumentada progressivamente em 5%, iniciando-se com 60 a 90% da FCmáx. O nível de significância adotado foi P <0,05. O GE apresentou redução do percentual de gordura pelas equações de Faulkner, Siri e S6DC. Porém, o IMC não apresentou alteração significativa de seu valores. Neste presente estudo, constatou-se que a análise da composição corporal no efeito do treinamento pôde ser realizada pelas equações de Faulkner, Siri e S6DC, podendo ser este último, em função da simplicidade do cálculo e da boa condição de interpretação de seus resultados, associada a sua rápida tomada, o método mais apropriado para o acompanhamento de jovens participantes em programas de treinamento.

Endereço: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/1009

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.