Efeitos do Método Pilates Sobre a Capacidade Funcional, Fatores Antropométricos, Marcadores Inflamatórios e Qualidade de Vida de Idosas Sedentárias

Por: Bárbara da Silva Ribeiro.

2019 27/08/2019

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O envelhecimento inclui diversas modificações no organismo ocasionando diminuição na capacidade funcional. Diversos são os benefícios com a prática de atividade física regular e o método Pilates é um método de aptidão física que usa uma combinação de fortalecimento e alongamento muscular, bem como a respiração, para desenvolver músculos do corpo e restabelecer o equilíbrio muscular. Objetivos: Investigar os efeitos de exercícios baseados no método Pilates solo sobre a capacidade funcional, fatores antropométricos, níveis de marcadores inflamatórios circulantes e a qualidade de vida em idosas sedentárias. Metodologia: Trata–se de um delineamento quase experimental com pré e pós-teste. A amostra foi constituída por 33 idosos, a partir de 60 anos e do sexo feminino. Para avaliar a capacidade funcional (CP) foram utilizados os testes de velocidade de caminhada (VC) e de força de preensão manual (FPM); para avaliar a presença de marcadores inflamatórios foram realizados exames laboratoriais para quantificar os níveis séricos de proteína C reativa ultrassensível (PCR-us) e fibrinogênio e para avaliar a qualidade de vida (QV) foi utilizado o questionário SF – 36. Para a análise estatística foi utilizado teste de normalidade S hapiro Wilk. Para os dados paramétricos utilizou se teste t pareado e ANOVA one Way e, para os dados não paramétricos, o teste Wilcoxon e Kruskal Wallis. O teste Qui Quadrado foi utilizado para analises de associações. Todos os dados foram analisados pelo no programa SPSS IBM, versão 22 .0 devidamente registrado e estipulado o nível de significância de p≤0,05. Resultados: o grupo Pilates não apresentou alterações estatisticamente significativas em relação a CF (p>0,05), porém as demais variáveis apresentaram. Variáveis antropométricas (massa corporal total, IMC, circunferência de cintura e quadril), PCR e fibrinogênio (p < 0,05); e em relação a QV, dois domínios apresentaram alterações significativas: limitações por aspectos físicos (p=0,045) e dor (p=0,011). Conclusão: conclui-se que a prática do método Pilates solo promoveu redução significativa sobre a composição corporal, sobre os níveis séricos de marcadores inflamatórios, sobre a qualidade de vida e manutenção da capacidade funcional.

Endereço: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/bitstream/tede/2717/2/BarbaradaSilvaRibeiroDissertacao2019.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.