Efeitos do Treinamento Pliométrico Sobre a Potência de Membros Inferiores e a Velocidade em Tenistas da Categoria Juvenil

Por: Antonio Carlos Dourado, Arthur Haddad dos Santos, Julia Zoccolaro Durigan, Luiz Claudio Reeberg Stanganelli, Mauricio Ramos e Vinicius Augusto Quensishzi Carvalho.

Revista da Educação Física - UEM - v.24 - n.4 - 2013

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo do presente estudo é analisar a influência do treinamento pliométrico nas variáveis de potência de membros inferiores e de velocidade em tenistas. Participaram do estudo 11 atletas, sendo 5 do “grupo controle” e 6 do “grupo intervenção”. Ambos os grupos realizaram treinamento em quadra e treinamento de força geral em academia. Os testes realizados foram: squat jump, salto contra movimento, salto contra movimento com auxílio dos braços, drop jump, impulsão horizontal e velocidade, sendo estes aplicados pré e pós treinamento pliométrico. A normalidade dos dados foi verificada pelo teste de Shapiro-Wilk e ANOVA para medidas repetidas para diferença entre o pré e pós-teste, p<0,05. O grupo de intervenção apresentou diferenças entre o pré e pós-teste para todas as variáveis, diferentemente do grupo controle. E entre o grupo controle e o de intervenção, verificou-se que, no pré-teste, não houve diferença entre as variáveis. A utilização do treinamento pliométrico de 10 semanas induziu a adaptações importantes no desempenho dos sujeitos acompanhados.

Endereço: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/18388/13002

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.