Estratégias de Resistência e Empoderamento de Treinadoras Portuguesas

Por: Ludmila Mourão, Paula Botelho Gomes, Paula Silva e .

Journal Of Physical Education - v.31 - n.1 - 2020

Send to Kindle


.Resumo

Considerando que a participação das mulheres no esporte tem evidenciado desigualdade e assimetria de gênero nas várias funções e âmbitos de atuação, esta pesquisa tem como objetivo analisar como a hegemonia dos homens na função de treinador é negociada e contestada por mulheres que ocupam esta posição. Para tanto, foram entrevistadas 37 treinadoras portuguesas que atuam em esporte individuais e coletivos. Os resultados indicam que a presença no cargo de treinadora não garante uma contestação a esta hegemonia. O caráter generificado atribuído à esta ocupação promove situações discriminatórias que exigem das mulheres ações de empoderamento e agência para que possam modificar estruturas que tendem a perpetuar sua sub-representação.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/45351

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.