Fatores Associados Ao Desempenho em Uma Corrida de 10.000 Metros em Corredores Amadores

Por: Breno Quintella Farah, Jorge Luiz de Brito Gomes, , , Raphael Jose Perrier Melo e Saulo Fernandes Melo de Oliveira.

Journal Of Physical Education - v.28 - n.1 - 2017

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do presente estudo foi analisar o desempenho neuromuscular após a realização de uma corrida de 10.000 metros e examinar a associação entre a composição corporal e as variáveis neuromusculares com desempenho em prova (Pace e tempo de prova) em corredores amadores. Para tanto, 19 militares (28,5±2,3 anos) fizeram avaliação neuromuscular (força estática de pernas e preensão manual; força explosiva e flexibilidade), antropométrica e composição corpora antes e após uma prova de 10.000 metros. Foram observadas redução na força estática de pernas (P=0,034) e aumento da força explosiva (P=0,002) e flexibilidade (P=0,004) após a prova. Na análise de regressão linear múltipla, o somatório de dobras cutâneas foi relacionado ao tempo de prova e o Pace (p<0,05). Os resultados deste estudo indicam qua há alterações no desempenho neuromuscular após uma corrida de 10.000 metros e o desempenho da corrida está associado a composição corporal.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/34675

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.