Força Muscular e Suplementação de Cafeína: Estamos Fazendo Mais do Mesmo?

Por: Edgard de Melo Keene Von Koenig Soares, Giliard Lago Garcia, Guilherme Eckhardt Molina e Keila Elizabeth Fontana.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.25 - n.2 - 2019

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo desta revisão foi examinar na literatura atual os avanços feitos com relação aos efeitos da suplementação de cafeína sobre a força máxima e seus mecanismos associados a partir de 2010, ano em foram publicados dois importantes artigos. As buscas foram realizadas nas bases de dados PubMed, Medline, Scielo e Web of Science procurando-se artigos publicados após 2010. Dezesseis estudos foram incluídos com base nos critérios de inclusão e exclusão. Cinco estudos não relataram alterações da força voluntária máxima (31,3%). Quatro deles usaram contrações musculares isométricas, embora isso possa não ser um fator chave, porque outros cinco estudos também usaram contrações isométricas e relataram efeitos ergogênicos. Além disso, esses quatro estudos avaliaram pequenos grupos musculares e os voluntários não eram habituados à cafeína. A cafeína produziu efeitos ergogênicos em 11 dos 16 estudos analisados (68,8%). Nenhuma dose foi claramente relacionada com efeitos ergogênicos; contudo, há indícios da necessidade de uma dose de pelo menos 3 mg/kg de cafeína. A ergogenicidade da cafeína foi afetada por vários fatores. Havia uma falta de protocolos padronizados e controle de fatores intervenientes (por exemplo, ciclo circadiano e estado nutricional) que poderiam afetar os resultados. Ainda é preciso definir um protocolo ideal de suplementação de cafeína que seja útil para futuras pesquisas, atletas e praticantes de atividade física. Um pequeno avanço feito desde 2010 envolveu a possível falta de diferença de gênero - parece que a suplementação de cafeína afeta homens e mulheres igualmente. Nível de Evidência I; Revisão Sistemática de Estudos de Nível I.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922019000200168&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.