Lutas e Nível de Agressividade em Escolares

Por: Ana Cláudia Aquino Costa.

Revista Eletrônica Nacional de Educação Física - RENEF - v.6 - n.8 - 2016

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo desse estudo foi verificar o nível de agressividades em escolares praticantes de lutas em relação a alunos não praticantes de lutas, em uma escola da rede estadual de Montes Claros-MG. A amostragem foi composta por 100 alunos do sexo masculino e feminino, do ensino fundamental. O instrumento utilizado para avaliar a agressividade dos adolescentes, este estudo foi utilizado um Questionário de Agressividade desenvolvido Buss e Perry (1992), traduzido e adaptado por Vieira e Soeiro (2002). Trata-se de um instrumento curto, de rápida e fácil aplicação, o mesmo é composto por 29 perguntas que buscam avaliar a agressividade em quatro medidas: agressão física, agressão verbal raiva e hostilidade. Posteriormente foi feito o teste do Kolmorov Sirnov no qual foi constatado a normalidade dos dados. Na comparação entre grupos de participantes e não participantes do projeto, assim como gênero, foi utilizado o teste t de Student. O nível de significância adotado foi de 95% (p ≤ 0,005). Todos os procedimentos estatísticos foram realizados no programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) versão 22.0 para Windows. Não foi encontrada diferençaestatisticamente significativa quando comparados os grupos de participantes e não participantes do projeto, já na comparação entre gêneros, o sexo feminino demonstrou uma média estatisticamente superior ao sexo masculino para o domínio da agressividade física (p ≤ 0,001). Diante disso podemos notar que os alunos praticantes das lutas não apresentam índices de agressividade maior em relação a alunos não participantes.

Endereço: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/628

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.