Manipulação do Volume e da Densidade no Treinamento de Força

Por: Enrico Gori Soares.

77 páginas. 2020 27/11/2020

Send to Kindle


Resumo

O primeiro experimento teve como objetivo comparar os efeitos neuromusculares da distribuição de séries contínuas (DSC) e distribuição de séries agrupadas (DSA) na sessão de treinamento de força. Na DSC, foram realizadas 8 séries de 10RM de rosca de bíceps (RB) e extensão de tríceps (ET) separadamente. Na DSA,os exercícios foram alternados a cada 4 séries utilizando a mesma sobrecarga. Os resultados foram similares em ambos os exercícios. Foi observado maior número de repetições na DAS; uma redução no pico de força para as duas distribuições de séries; redução da atividade mioelétrica isométrica máxima somente na DSC; aumento na espessura muscular após as duas distribuições de séries, sendo o aumento da DSC maior que a DSA. O primeiro experimento conclui que a DSA promove maior desempenho de repetições e manutenção da atividade mioelétrica isométrica máxima. Por outro lado, a DSC causa redução da atividade mioelétrica isométrica máxima e maximiza a espessura muscular após a sessão de treinamento de força.

Endereço: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.xhtml?popup=true&id_trabalho=10445449

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.