Motivação Para a Prática de Exercícios com Pesos: Influência da Supervisão e do Gênero

Por: Diego Lido, Fábio Pina, José Dantas, Marçal Campos Filho e Priscilla Conti.

Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde - RBAFS - v.19 - n.2 - 2014

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo do presente estudo foi verificar o efeito do treinamento com pesos com supervisão coletiva ou individual (Personal Trainer) sobre o estado de motivação de homens e mulheres. Compuseram a amostra 15 homens (25 ± 2 anos) e 14 mulheres (25 ± 3 anos) com experiência em treinamento com pesos que realizaram duas sessões de treinamento, sendo uma supervisão coletiva e outra com supervisão individual. O programa de treinamento com pesos foi estruturado com 10 exercícios, executados em três séries de oito a 12 repetições máximas a partir de uma montagem alternada por segmento. Informações referentes à motivação foram coletadas através de uma escala de motivação antes e após cada sessão experimental. Análise de variância (ANOVA) foi utilizada para as comparações entre os gêneros, supervisão e momento, seguidos pelo teste post hoc de Tukey. Não foi verificado efeito significativo no gênero (F = 3,53 e P = 0,07). Efeitos significativos na supervisão (F = 31,46 e P < 0,001), momento (F = 87,20 e P < 0,001) e interação momento vs. supervisão (F = 14,51 e P < 0,001) foi encontrado, apresentando maior motivação no momento pós-treinamento nos voluntários com supervisão individual tanto para os homens (pré = 4,87 ± 0,52 vs. pós = 6,33 ± 0,90), como para as mulheres (pré = 4,57 ± 0,51 vs. pós = 6,07 ± 0,73). Os resultados sugerem que indivíduos de ambos os gêneros que realizam sessões de exercício de força com a supervisão individual de um profissional de Ed.

Endereço: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/3292

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.