Motivação à Prática Regular de Ginástica Laboral

Por: Antônio Alencar Rocha.

2012 00/00/0000

Send to Kindle


.Resumo

O tema do estudo trata da motivação à prática regular da ginástica laboral. A presente investigação pretende contribuir com a área da Educação Física, trazendo informações sobre uma temática que ainda é carente de investigação cientifica. O objetivo geral deste estudo é identificar entre seis dimensões motivacionais (Controle de Estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer) associadas à prática regular de atividades físicas e esportivas, aquelas que melhor descrevem o perfil motivacional de praticantes regulares de ginástica laboral. Mais especificamente, o estudo procurou testar se existem diferenças estatisticamente significativas entre as médias das dimensões motivacionais, segundo as variáveis: faixas etárias: de 18 a 40 anos e de 41 a 65 anos; por sexo; pela “especificidade das funções: setor administrativo e setor de produção e tempo de participação nas aulas: [Adesão (até um ano de prática) – Permanência (mais de um ano de prática)].Para tanto, foi aplicado o Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividades Físicas e Esportivas (IMPRAFE-132; BALBINOTTI, 2010). As respostas aos itens do IMPRAFE-32 são respondidas em uma escala de Tipo Likert, graduados em sete pontos, indo de “Isto me motiva pouquíssimo” (1) a “É por esse motivo que eu pratico atividade física ou esporte” (7). O Inventario foi aplicado a 388 trabalhadores de uma indústria de alimentos de Santa Cruz do Sul – RS e a duas agências de um banco Estatal do município de Porto Alegre – RS. Constatou-se que as dimensões que mais motivam os trabalhadores de um modo geral são Controle de Estresse (1º), seguidas, respectivamente pelo Prazer (2o), e Saúde (3o), Sociabilidade (4o), Estética (5o) e Competitividade (6o). Com relação às variáveis controladas, quando comparado as diferenças na variável “Sexo” foram constatados que as dimensões Competitividade e Estética motivam significativamente mais os trabalhadores do sexo masculino do que o feminino. Em relação à variável “Faixa Etária”, observou-se que tanto os trabalhadores que tem idade entre os 18 a 40 anos quanto os que estão entre 41 a 65 anos se motivam da mesma forma em todas as dimensões motivacionais. Outro resultado dessa pesquisa mostra que ao se avaliar a variável “Setor”, é possível notar que os trabalhadores do setor de produção se motivam mais em todas as dimensões comparativamente aos do setor administrativo, exceto na dimensão Controle de Estresse. Por fim, a variável “Tempo de Prática” mostrou que os trabalhadores com mais de um ano de prática regular de ginástica laboral se motivam mais pela dimensão Saúde comparativamente aos que praticam a menos de um ano. Os resultados deste estudo mostram que a participação dos trabalhadores nas aulas de ginástica laboral se origina principalmente nas dimensões motivacionais Controle de Estresse, seguido, respectivamente das dimensões Prazer, Saúde.

Endereço: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/67270

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.