Nba e Lnb. Uma Análise Comparativa das Estratégias de Marketing e a Influência dos Principais Stakeholders

Por: André Rimoli Costi, Celso Augusto Rimoli, Paulo Fernando Minotti e Rafael de Freitas Vicente.

Podium Sport, Leisure And Tourism Review - v.4 - n.2 - 2015

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo deste artigo visa comparar as semelhanças e diferenças entre as estratégias de marketing da NBA e da LNB, com base e influência de seus principais stakeholders. Para a realização deste estudo, optou-se por uma análise descritiva de dados e informações, baseada em uma revisão da literatura disponível e entrevistas com personagens que envolvem as duas instituições. Através de entrevistas e documentos foram coletados dados relevantes para elaboração de comparativo entre as ligas foco do estudo. Apresentou-se ao final da pesquisa um comparativo entre NBA e LNB considerando seus principais stakeholders.

Referências

Braghetti, Gustavo Ferraz do Amaral (2010). A impulsão e crescimento da NBA por meio do desenvolvimento do marketing esportivo. 66p. PUC - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuariais. São Paulo.

Cardoso, M.; Faria, A. (2004). Em busca da aproximação da disciplina à realidade nacional. In: I Congresso EMA.

Contador, J. Celso (2008). Campos e armas da competição. São Paulo: Ed. Saint Paul, 608 p.

Covell, D. (2005). Attachment, Allegiance and a Convergent Application of Stakeholder Theory: Assessing the Impact of Winning on Athletic Donations in the Ivy League. Sport Marketing Quarterly, 14(3), 168-176.

Daiuto, Moacyr (1991). Basquetebol: origem e evolução. São Paulo: Iglu;

Donaldson, T. & Preston, L. (1995). The Stakeholder Theory of the Corporation: Concepts, Evidence, and Implications. Academy of Management Review, v.20, n.1, p. 65 a 91.

Ferreira, Aluisio E. X. (2003). Basquetebol: técnicas e táticas, uma abordagem didático-pedagógica. São Paulo: EPU/ EDUSP.

Freeman,R.E. (1984). Strategic Management: A stakeholder approach. Boston: Pitman.

Fagundes, A. F. A.; Sampaio, D. O.; Cassia, V.; Lara, J. (2010). Marketing esportivo: um estudo exploratório da publicação acadêmica brasileira. IV Encontro de Marketing da ANPAD 2010. Florianópolis - SC.

Hakasson, H.; Waluszewski, A. (2005). Developing a new understanding of markets: the 4Ps. Journal of Business & Industrial Marketing. vol. 20, nº 3, 2005, p.110-117.

Ilton Teitelbaum. (1997). O papel do agente de comunicação nas relações com o esporte. Revista FAMECOS. Porto Alegre. nº 7.

Junior, Rolando Ferreira (2008). NBA, CBB e LNB: Relações do poder no universo organizacional do Basquetebol Brasileiro. 212p. Tese (Mestrado) Universidade Federal do Paraná. Paraná.

Lakatos, Eva M. Marconi, Marina de A. (2003) Fundamentos de Metodologia Científica. 5.ed. São Paulo: Atlas.

Littau, P., JujagirI, N., & Adlbrecht, G. (2010). 25 years of stakeholder theory in project management literature (1984–2009). Project Management Journal, 41(4), 17-29.

Martins, Gilberto de A.; Theóphilo, Carlos R. (2009). Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2.ed. São Paulo: Atlas.

Miranda, C.; Arruda, D. (2002). A Evolução do pensamento de marketing: uma análise do corpo doutrinário acumulado no século XX. In Congresso EnAnpad.

Pitts, B. G.; Stotlar, D. K. (2002). Fundamentals of sport marketing. 2nd ed. Morgantown: Fitness Information Technology, 2002.

Rocha, Cláudio Miranda da; BASTOS, Flávia da Cunha (2011) Gestão do esporte: definindo a área. Rev. bras. educ. fís. esporte, São Paulo, v. 25, n. spe, Dec.

Sampieri, Roberto H. Collado, Carlos H. Lucio, Pilar B. (2006). Metodologia de Pesquisa. 3ªed. São Paulo: McGraw-Hill.

Shank, M. D. (2008). Sports marketing: a strategic perspective. 4th ed. Upper Saddle River: Prentice-Hall, 2008.

Taylor, M., & O'Sullivan, N. (2009). How Should National Governing Bodies of Sport Be Governed in the UK? An Exploratory Study of Board Structure. Corporate Governance: An International Review, 17(6), 681-693.

Thiollent, Michel (2002). Metodologia da Pesquisa-ação. 11ªed. São Paulo: Cortez.

Tyagi, R. K. (2010). Dynamics of Corporates and Stakeholders Perspective of Corporate Social Responsibility: A Case of Sports Goods Industry Meerut. American Journal Of Economics & Business Administration, 2(2), 169-171.

Von Roenn, S., Zhang, J., & Bennett, G. (2004). Dimensions of Ethical Misconduct in Contemporary Sports and their Association with the Backgrounds of Stakeholders. International Sports Journal, 8(2), 37-54.

Endereço: http://www.podiumreview.org.br/ojs/index.php/rgesporte/article/view/129

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.