Influência das Mídias Sociais na Imagem Corporal: Uma Revisão Integrativa

Por: Fabiane Frota da Rocha Morgado, Luizianna de Souza Faria, Tatiane de Lima Bessa Vieira, Valéria Nascimento Lebeis Pires e Vanessa Cristina Cruz Rato.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO

A construção da imagem corporal está diretamente ligada a relação do sujeito com o mundo envolvendo assim dimensões físicas, sociais e psíquicas do corpo. Podemos entender a imagem corporal como um constructo multifacetado que não inclui somente aparência física, engloba também autopercepções e autoatitudes relacionadas com o corpo como crenças, sentimentos e comportamentos (CASH, 2011). As normas socioculturais relativas à aparência física influenciam a forma que os indivíduos veem o próprio corpo, construindo assim sua identidade e autoestima. A pressão exercida pelos fatores culturais pode contribuir para que os indivíduos busquem um corpo dito como ideal pela sociedade (THOMPSON, 2004, p.7-14). Essa busca pode levar a transtornos alimentares e distúrbio da imagem corporal, onde a mídia é, atualmente, considerada o fator de influência mais negativo na formação dessa imagem e adolescentes e adultos jovens são os mais sensíveis a esse fator devido ao maior tempo de exposição (FERREIRA, CASTRO E MORGADO, 2014, p.176-179). As mídias sociais estão https://proceedings.science/p/109045 02 evoluindo rapidamente e expressivamente no tocante às questões do corpo e são necessários estudos a fim de acompanhar sua influência na construção da imagem corporal em favor do cuidado com a saúde das pessoas. 

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.