Novas Configurações Socioeconomicas do Esporte na Era da Globalização

Por: .

Revista da Educação Física - UEM - v.20 - n.4 - 2009

Send to Kindle


.Resumo

O esporte instaurou-se como importante fenômeno sócio-cultural no século XX em cujo final passou por uma transformação em termos de valores e abrangência. Enquanto sua forma moderna que segundo referencial utilizado neste ensaio, teve sua gênese no século XIX, na Inglaterra pautava-se em disputas político-ideológicas, como amadorismo versus profissionalismo e comparação de performances entre regimes socioeconômicos, o esporte contemporâneo, posterior à Guerra Fria, surge como nova perspectiva, fruto de transformações relativas à comercialização da cultura e lazer. Esse objeto coloca-se como versão atual do esporte, ligado ao mercado e valores morais diferentes do fenômeno moderno, apresentando novas características, como práticas heterogêneas e comercialização exacerbada. Desenvolve também nova esfera de elitização de práticas, pautada em ditames mercadológicos e poder de compra. Por isso, tais fatores devem ser tratados no sentido de promover facilitação de acesso aos praticantes e espectadores e transmissão de valores morais que neguem exacerbações como corrupção, doping e especialização precoce de atletas.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/6090/5203

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.