O Perfil Técnico-científico dos Instrutores de Esportes de Aventura de Escolas de Instrução no Estado do RS

Por: Doralice Orrigo da Cunha Pol, Fabiano Johnson Duarte Bartmann e Osvaldo Donizete Siqueira.

XII Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Este estudo tem como finalidade identificar o perfil técnico-científico dos instrutores de Esporte de Aventura em escolas ministrem instrução e/ou formação para a prática esportiva no Estado do RS. O estudo foi descritivo e observacional e foi entrevistado 13 instrutores (10 masculinos e 03 femininos), em 06 escolas (escalada, mergulho, windsurf e surf). Como instrumento de pesquisa, foram utilizados uma carta de apresentação, um questionário com 20 perguntas fechadas e abertas e um termo de consentimento livre-esclarecido, onde continham perguntas referentes à sua formação profissional e acadêmica, experiência profissional, satisfação profissional e sobre prática do esporte no Estado. Quanto a formação acadêmica, dos instrutores entrevistados 07 tem curso de graduação, onde 05 são formados em Educação Física e 02 em outros cursos e sobre pós-graduação 04 tinham realizado. E sobre âmbito profissional, foi questionado sobre a sua experiência como instrutor, onde foi achado 8,5 ± 8,2 anosemmédia e na experiência da prática esportiva, foi encontrado 14,6 ± 10,5 anos de experiência. Sobre cursos de atualização, 09 instrutores realizaram cursos e 05 instrutores realizaram curso voltado ao seu esporte. Na pergunta sobre realização profissional, 10 entrevistados responderam que estão realizados e 02 não estão. Quando questionado sobre a realização financeira 07 afirmaram que não eram realizados e 06 responderam que são realizados.

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.