Obtenção da Resistência e da Endurance: Características e Métodos

Por: .

Introdução à Moderna Ciência do Treinamento Desportivo.

Send to Kindle


Resumo

A resistência e a "endurance", conforme vimos no estudo comparado das qualidades físicas essenciais, constituem ao lado da fôrça as características passíveis de desenvolvimento através dó Princípio da Sobrecarga. Diferentemente, portanto, da velocidade, da coordenação e da descontração— dependentes de um empenho predominante do sistema nervoso —, a evolução metodológica para a obtenção das qualidades essencialmente cardiorrespiralória e musculares somente obteve impulso em anos recentes, após o surgimento de uma base de conhecimentos fisiológicos efetivos.

Um simples exáffte da evolução dos recordes e dos resultados desportivos de um modo geral, segundo dados de Jokl (1966), assim como das técnicas e dos implementos desportivos, confirmarão essa assertiva. A maior parte do progresso desportivo dos últimos anos deve-se ao aparecimento de atletas mais fortes e de maior capacidade de resistência e de "endurance", uma vez que a potencialidade dos outrós setores tem uma amplitude consideravelmente menor. A figura 1 mostra-nos, gràficamente, um exemplo dêsse fenômeno, comparando a evolução dos resultados do Atletismo das Olimpíadas, numa prova característica de velocidade, 100 metros rasos, e outra típica de capacidade cardiorrespiratória, isto é, 10.000 metros.

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.