Os Sentidos de Formação Profissional no Imaginário dos Docentes do Curso de Graduação em Educação Física da Universidade Federal de Alagoas.

Por: .

2006 07/03/2006

Send to Kindle


.Resumo

Este estudo teve como objetivo conhecer os sentidos de formação profissional atribuídos pelos docentes do Curso de Educação Física da Universidade Federal de Alagoas. Mesmo sendo um estudo com base empírica localizada na análise dos discursos dos docentes do Curso, procuramos manter um diálogo com a literatura educacional recente. Assim, as conclusões, sabidamente provisórias, a que chegamos, são extensivas, em vários aspectos, a outros cursos de Educação Física de outras IES existentes no País, principalmente as públicas. Lançamos mão da metodologia do estudo de caso para estruturar nosso trabalho de campo. Utilizamos a entrevista semi-estruturada como instrumento de coleta de dados. A população do estudo correspondeu a 24 docentes do referido Curso, compondo o grupo amostral 17 docentes responsáveis por disciplinas obrigatórias no Curso. A análise dos dados foi realizada a partir da Teoria da Análise de Discurso proposta por Orlandi (2000) e nos permitiu constatar características reveladoras do imaginário social instituído no Curso em relação à formação por ele oferecida e seu lugar no contexto científico e cultural mais amplo da UFAL. A pesquisa destacou os sentidos de formação acadêmico-profissional atribuídos pelos docentes, pois eles exercem importante influência na definição da identidade profissional dos formandos. Os rituais, os gestos e as intenções não-declaradas na atividade formativa resultam em grande influência no ensino da profissão, pelo caráter também ambiental de como se dá a formação no Curso. Os sentidos de formação tiveram desdobramentos diferentes para esses docentes. No que se refere ao perfil profissional que orienta o Curso, conforme as diferentes áreas de estudos que o compõem, ele vai se diferenciando, ora se aproximando da identidade profissional do professor, ora se distanciando. A partir da análise dos sentidos atribuídos aos saberes/conhecimentos legitimadores da área, pôde-se constatar a dificuldade de se estabelecer uma base de conhecimentos profissionais para a formação oferecida no Curso, considerando-se a influência recebida das diferentes áreas que compõem o currículo. Estas áreas não mantêm uma boa relação interdisciplinar entre formação científica e formação profissional, que, no caso do CEF, é a formação docente. Constituídas por profissionais sem a formação pedagógica, colaboram muito pouco com o desenvolvimento da identidade profissional de professor, reforçando o imaginário instituído nas suas áreas específicas de formação. Estas áreas ainda favorecem a antecedência e a hipertrofia da dimensão teórica em relação à prática, pelo imaginário nelas instituído de que a qualidade da formação se daria sempre pelo aprofundamento da formação teórica. Os discursos revelaram uma significativa preocupação com a qualidade dos conhecimentos científicos transmitidos no Curso, sendo os docentes ligados à área biomédica os principais representantes desta tendência

Endereço: https://www.dropbox.com/s/ua8uzdnbcox9vqm/UGF.00314.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.