Perfil Dermatoglífico, Somatotípico e das Qualidades Físicas de Atletas Brasileiros de Corrida de Orientação de Alto Rendimento

Por: André Augusto de Menezes Ferreira.

168 páginas. 2004

Send to Kindle


Resumo

A Corrida de Orientação é um esporte originário dos países escandinavos que busca aliar o contato com a natureza com uma atividade física e mental intensa (CBO, 2000). São restritos no Brasil estudos acerca dos aspectos que envolvem o desporto Corrida de Orientação e, desta forma, este projeto que versa sobre a identificação dos perfis dermatoglífico, somatotípico e das qualidades físicas de atletas brasileiros de corrida de orientação de alto rendimento poderá contribuir não só com informações que sirvam de embasamento para a obtenção de um prognóstico confiável para uma correta orientação esportiva e conseqüente seleção de atletas de orientação de alto rendimento como também para o desenvolvimento em um sentido amplo do desporto Orientação. A amostra foi constituída por 11 (onze) atletas brasileiros, masculinos escalonados a partir do Ranking da categoria Elite da Confederação Brasileira de Orientação (CBO). Esta categoria representa os atletas de maior rendimento esportivo do Brasil. E importante ressaltar que todos os indivíduos têm experiência em competições de Corrida de ,Orientação de nível internacional. Foi utilizado o protocolo de identificação de características dermatoglíficas de Cummins & Midlo (1942 citado por FERNANDES FILHO, 1997), o protocolo de identificação de características somatotípicas de Carter & Heath (1990) e os testes referentes à avaliação das qualidades físicas Resistência Aeróbica, Flexibilidade e Agilidade. Em relação às Características Dermatoglíficas, foram verificados os valores de SQTL=142,55+1-20,07; de 010=14,55+1-0,90; de A=O,09+/-0,30; de L=5,27 +1-2,80 e de W=4,64+1-2.87. Além disto, foram determinados os tipos de Fórmulas Digitais como sendo W>L=54,5%; L>W=27,3%, 10L=9,1% e ALW=9,1 %. A amostra enquadra-se na Classe IV da Classificação de índices Oermatoglíficos e Somato-Funcionais (ABRAMOV A et aI., 1995). Em relação ao Perfil Somatotípico, a amostra investigada obteve valores para Endomorfia=2,50+/-0,56; Mesomorfía=4,22+/-0,85 e• Ectomorfia=2,92+/-0,70; o que a coloca em• níveis semelhantes à amostras de atletas de outras nacionalidades ora investigados. Em relação à Qualidade Física Resistência Aeróbica, este parece ser o principal óbice encontrado nesta amostra na caminhada em busca de resultados de expressão internacional. Em um desporto com característica predominante de Endurance, um menor valor do V02máx pode trazer conseqüências negativas para um bom desempenho. O valor médio encontrado de 65,39 ml/kg.min é nitidamente inferior ao encontrado nas outras equipes em nível de competição mundial. Sobre as Qualidades Físicas Flexibilidade e Agilidade, os dados obtidos mostraram-se coerentes com as especificidades próprias do desporto e permitiram apresentar mais algumas de suas características peculiares.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2277&listaDetalhes%5B%5D=2277&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.