Posso Falar? a Profilaxia Pedagógica e a Desordem dos Gêneros! Um Estudo Sobre os Enfrentamentos Produzidos no Campo da Educação Física

Por: Aline Nicolino.

Gênero e Sexualidade no Esporte e na Educação Física.

Send to Kindle


.Resumo

Introdução

O uso do slogan ‘ideologia de gênero’ vem provocando uma verda- deira desordem de ideias nos campos político, social e educacional, no que se refere ao conceito de gênero e às demandas de dignidade humana das mulheres e da população LGBT1. No campo político, os enunciados estão marcados pelo tom de combate ao que denominam de ‘ideologia de gênero’2 em discursos de violação de direitos, sobretudo, as violências cometidas por questões de gênero e sexualidade.3 (SOUZA, 2014; REIS; EGGERT, 2017).
No campo social, grupos se organizam para protestar4 contra uma deter- minada ‘doutrinação ideológica de gênero’5, que compreendem contrapor uma suposta natureza humana, ferir a moral cristã e a ‘família’. No campo educacional, o slogan é utilizado para confundir e aterrorizar a comunidade escolar6, por meio do desrespeito e da intimidação de docentes, ao promover um discurso de desconfiança científica dos conteúdos ministrados em sala de aula7 e, ao mesmo tempo, estimular a criminalização de docentes que dialogam sobre gênero e sexualidade

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.