Relação Entre índice de Massa Corporal, Indicadores Autonômicos da Freqüência Cardíaca e Níveis de Pressão Arterial em Crianças

Por: Adriano Eduardo Lima da Silva, Flávio de Oliveira Pires, Kleiner Márcio de Andrade Nemezio, Ralmony de Alcantara Santos e Rômulo Cássio de Moraes Bertuzzi.

Revista da Educação Física - UEM - v.22 - n.3 - 2011

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo desse estudo foi verificar se excesso de peso e hipertensão em crianças, estariam relacionados com alterações na regulação autonômica cardíaca (RAC). Participaram do estudo vinte crianças do sexo masculino (11,8 ± 0,9 anos), dez com sobrepeso e dez com peso adequado. Após medir a variabilidade da frequência cardíaca (VFC) em repouso, foram aferidas a pressão arterial sistólica (PAS) e a diastólica (PAD). Os resultados indicam que crianças com sobrepeso apresentam valores elevados de PAS (117,0 ± 11,6 vs 101,0 ± 8,8 mmHg) e PAD (70,0 ± 4,7 vs 61,0 ± 5,7) quando comparadas ao grupo eutrófico, porém A VFC foi similar entre os grupos, indicando aparente normalidade na RAC. Houve correlação entre a PAD e o componente espectral de baixa frequência (LF), indicador de atividade simpática (r = 0,611). Em conclusão, o sobrepeso parece não afetar a RAC nesta faixa etária, mas pode contribuir para a elevação na pressão arterial (PA).ação na pressão arterial (PA).

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/10289/7770

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.