Representação do ócio no Brasil no Início do Século Xix a Partir da Obra de Debret

Por: Danielly Dias Sandy e .

Licere - v.23 - n.1 - 2020

Send to Kindle


.Resumo

O presente artigo traz uma reflexão teórica realizada por meio de análise de três obras produzidas pelo artista francês Jean-Baptiste Debret durante o período em que esteve no Brasil, no início do século XIX. As obras selecionadas foram analisadas com base na teoria e conceitos propostos pelo historiador da arte Michael Baxandall. Assim, o objetivo foi destacar obras de Debret que representassem cenas de gênero mostrando momentos de ócio e lazer para, a partir delas, aplicar a metodologia de observação de obras de arte proposta por Baxandall. O método empregado foi de abordagem qualitativa com enfoque indutivo na análise dos dados coletados, bem como a pesquisa é bibliográfica e empreendida pelo uso de fontes secundárias. Por fim, considerou-se que as obras de Debret retratam muito mais do que cenas de gênero, sendo também testemunhos históricos no tocante a hábitos e costumes marcantes de uma sociedade de época.

Endereço: https://periodicos.ufmg.br/index.php/licere/article/view/19592

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.