Respostas Eletromiográficas Frente a Diferentes Métodos de Treinamento de Força

Por: Alexandre Rosas Batista.

2011 25/02/2011

Send to Kindle


Resumo

O propósito do presente estudo foi comparar as respostas eletromiográficas dos músculos vasto lateral (VL), reto femoral (RF) e bíceps femoral (BF) durante exercício de agachamento em três protocolos distintos de treinamento com pesos: a) métodos de cargas crescentes (12-10-8-6 repetições), b) método de cargas decrescentes (6-8-10-12 repetições); c) método de cargas constantes (4x9 repetições). Participaram do estudo 7 indivíduos saudáveis do sexo masculino (idade = 18 a 35 anos). Para a coleta dos sinais eletromiográficos, foram utilizados eletrodos bipolares ativos colocados nos músculos VL, RF e BF do lado dominante do voluntário, como sugere a padronização do SENIAN. Para a análise estatística a ANOVA One-way foi utilizada para comparar o valor médio da root mean square (RMS) e frequência mediana (FM) nas quatro séries para cada músculo analisado. A ANOVA Two-way foi utilizada para comparar a RMS e a FM dos músculos VL, RF e BF nas quatro séries dos três protocolos. O post-hoc de Bonferroni foi utilizado para a localização das diferenças quando apontadas pela ANOVA. O nível de significância adotado para todas as análises foi de p<0,05. Diferenças significativas foram observadas entre as séries 1, 3 e 4 do protocolo 1 quando comparado com o protocolo 2 (p<0,05). Observou-se também diferença significativa entre a série 1 do protocolo 2 e sua série correspondente do protocolo 3 e entre a série 4 do protocolo 3 quando comparada com a série 4 do protocolo 1. Entretanto, não foram encontradas diferenças entre os valores médios das quatro séries de cada protocolo de treinamento. Conclui-se que o padrão de recrutamento e ativação dos músculos VL, RF e BF são iguais para os protocolos de cargas crescentes, decrescentes e contínuas. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000798661

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.