Suplementação de Capsaicina e o Desempenho de Mulheres no Crossfit®

Por: Bruno Sena Piconi, Marcos Daniel Motta Drummond, Mariana Paulino Oliveira e Ronaldo Angelo Dias da Silva.

Coleção Pesquisa em Educação Física - v.18 - n.4 - 2019

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos agudos da suplementação de Capsaicina no desempenho e na Percepção Subjetiva do Esforço de uma sessão (PSEsessão) típica de CrossFit®, realizado por mulheres com histórico de participações em competições da modalidade. A amostra foi composta por 6 mulheres (média de idade 28,7 ± 6,4 anos; altura 1,64 ± 0,04 metros; massa corporal 65,3 ± 8,9 kg), que foram submetidos a um delineamento randomizado, cruzado e duplo cego: condição Capsaicina (12mg) ou condição Placebo. Foram realizados dois encontros, separados por uma semana. A familiarização aos exercícios e protocolo de treino não foi necessária, pois as voluntárias já eram habituadas aos parâmetros do teste. Após a ingestão das cápsulas (Capsaicina ou Placebo), as voluntárias aguardaram 45 minutos para iniciar as sessões teste, que consistiram em 3 rounds de 3 séries de 1 minuto de execução de determinados exercícios, com 1 minuto de pausa passiva entre as séries. Os exercícios foram: DeadLift, Hang Power Clean e Clean & Jerk. Foi analisado a quantidade total de repetições e a PSEsessão, por meio do teste t pareado, sendo adotado o nível de significância de 0,05. A quantidade total de repetições foi semelhante na condição Capsaicina em comparação à condição Placebo (186,0 ± 4,94 vs 192,67 ± 14,46 repetições; p= 0,089), assim como a PSEsessão na condição Capsaicina foi semelhante à condição Placebo (87,83 ± 36,33 vs 102,0 ± 40,23; p=0,093). Portanto, a ingestão de Capsaicina pode não ser eficaz para melhorar o desempenho de mulheres no CrossFit®.

Endereço: https://www.fontouraeditora.com.br/periodico/home/viewArticle/1446

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.