Tempo de Provas Curtas e Volume de Treinamento Como Preditores do Desempenho de Maratona

Por: Edson Soares da Silva, Karen Przybysz da Silva Rosa, Leonardo Alexandre Peyré?tartaruga, Onécimo Ubiratã Medina Meloa, Renan dos Santos Coimbra e Rodrigo Torma Bernardoa.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.40 - n.2 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Além das determinantes fisiológicas, o desempenho em maratonas é influenciado por características antropométricas, de treinamento e de experiência dos atletas. O objetivo do estudo foi investigar a associação desses fatores com o desempenho de maratonistas brasileiros. Um questionário foi aplicado nos dois dias anteriores à Maratona Internacional de Porto Alegre. Dentre os achados, os atletas de menor índice de massa corporal foram mais rápidos e o desempenho em provas de 5 e 21km apresentou correlações altas com o desempenho (r = 0,76 e r = 0,81, p < 0,01). Isso sugere que corredores mais rápidos na maratona são mais rápidos em provas de distâncias menores. Além disso, índices como experiência anterior e distância dos treinos longos não foram bons preditores do desempenho para maratona.

Endereço: http://rbceonline.org.br/pt/tempo-provas-curtas-e-volume/articulo/S0101328916301135/

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.