Trabalho Estranhado, Lazer Estranhado? Reflexões Acerca do Estranhamento do Trabalho Sobre o Lazer

Por: Bruno Modesto Silvestre e .

Revista Brasileira de Estudos do Lazer - v.2 - n.3 - 2015

Send to Kindle


.Resumo

O presente ensaio busca tecer reflexões acerca do estranhamento do trabalho sobre o lazer. Para isso, partimos de discussões relacionadas à categoria trabalho e das quatro dimensões do estranhamento humano discutidas por Marx nos Manuscritos Econômico-Filosóficos de 1844, nas quais os seres humanos são alheios: (1) aos produtos ou resultados de suas atividades, (2) ao processo de realização da atividade, (3) a si mesmo e a outros seres humanos e (4) à natureza em que vivem. Em seguida, discutimos as dimensões do estranhamento do trabalho sobre o lazer e apontamos que essas dimensões também se manifestam neste fenômeno. Todavia, ao considerarmos que o processo e o resultado do lazer não são necessariamente alheios aos seres humanos, torna-se possível a construção de uma perspectiva não estranhada de lazer.

Endereço: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbel/article/view/482

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.