Treinadores e Treinadoras Esportivos de Jovens em Contextos de Projetos Sociais : Reflexões Acerca de Seus Conhecimentos e Desenvolvimento Profissional

Por: Paula Simarelli Nicolau.

2019 00/00/0000

Send to Kindle


.Resumo

Resumo: Os treinadores e treinadoras têm sido amplamente investigados na literatura internacional, desde meados dos anos de 1980. No Brasil esse cenário diferencia-se, tendo maior desenvolvimento científico a partir do ano de 2009. Apesar dessa diferença, o Brasil é um dos poucos países em que treinadores e treinadoras são considerados uma profissão e, por serem respaldados pela legislação, necessitam de uma formação em Ensino Superior para obtenção de diploma em bacharelado em Educação Física. Um importante campo de atuação desses profissionais brasileiros são os projetos sociais, voltados para jovens em situações de vulnerabilidade social. Entretanto, pouco se tem investigado acerca desses treinadores e treinadoras, mesmo estando em um contexto com significativas diferenças oriundas das realidades sociais. Assim, a presente dissertação, de cunho teórico, buscou apresentar conhecimentos para a prática de treinadores e treinadoras de jovens de projetos sociais esportivos e desenvolver reflexões acerca de seu desenvolvimento profissional em seu próprio contexto de atuação. Para isso, identificamos a produção científica de maior expressão relacionada aos treinadores e treinadoras de jovens em contexto de esporte de participação, no espectro internacional, por meio de um capítulo de revisão sistemática. Os resultados confirmam a prevalência de investigações voltadas aos ambientes de performance, além da maioria não abordar características dos contextos sociais observados. Dentre o total de 16 estudos analisados, somente três localizam-se em situações de vulnerabilidade social. Pudemos notar também um maior interesse por temáticas relacionadas ao comportamento, estratégias e pensamentos dos profissionais, havendo importante relação com a psicologia do esporte. É possível notar uma lacuna relevante de investigações voltadas para a compreensão da formação e aprendizagem de treinadores e treinadoras de contextos de participação, apontando para a necessidade de estudos que supram essa escassez e auxiliem no desenvolvimento desses sujeitos. Nessa direção, buscamos também apresentar conteúdos possíveis para a prática desses profissionais em projetos sociais esportivos, a partir a Tríade de Conhecimentos (CÔTÉ, GILBERT, 2009), em um ensaio teórico. A utilização da Tríade nos possibilitou avançar ao que tem sido ofertado nos cursos de graduação em Educação Física brasileiros, especialmente por incluir conteúdos relacionados ao desenvolvimento das relações interpessoais estabelecidas em ambientes de intervenção, a concepção de gestão de emoções, as filosofias de trabalho e a capacidade de reflexão. A contextualização desses conhecimentos para os projetos sociais esportivos é uma das maiores contribuições do presente estudo. Ademais, a compreensão do desenvolvimento de sua prática por meio de ações como a reflexão devem ser consideradas a fim de melhorar sua formação e intervenção. Seguindo essa lógica, por compreendermos que esses conhecimentos precisam ser adquiridos e desenvolvidos, apresentamos o conceito de Comunidades de Prática (WENGER, 1998) para implementação em projetos sociais esportivos, em um segundo ensaio teórico. Acreditamos que as Comunidades de Prática podem trazer importantes benefícios para o desenvolvimento profissional desses sujeitos, por fomentar o aprendizado por meio das interações sociais entre pares. Apontamos as reuniões pedagógicas como ambientes possíveis para serem utilizados, tendo como facilitadores os próprios coordenadores dos projetos. Ações como a resolução de dilemas de suas intervenções, a reflexão como prática coletiva e individualizada e a aquisição de conhecimentos e competências que auxiliam em suas ações, são deixadas como possibilidades para projetos sociais esportivos. Ainda, a produção de materiais resultantes da documentação desses processos pode contribuir com treinadores e treinadoras de outros projetos, criando uma rede de conhecimento específico

Citação: NICOLAU, Paula Simarelli. Treinadores e treinadoras esportivos de jovens em contextos de projetos sociais: reflexões acerca de seus conhecimentos e desenvolvimento profissional. 2019. 1 recurso online (98 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Física, Campinas, SP.

Endereço: http://repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/333713

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.