Treinamento Pliométrico Realizado em Superficies de Grama e Areia e Seus Efeitos na Performance da Velocidade de Deslocamento de 15 M, Sprints Repetidos e Saltos Profundos em Atletas de Futebol da Categoria Sub 20

Por: .

65 páginas. 2014 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

O futebol é uma modalidade esportiva que envolve esforços de diversas intensidades e pelos mais variados tempos, o atleta de futebol executa ações que envolvem o objeto do jogo (bola) ou não, ações com características individuais ou coletivas, por esses motivos no futebol atual cada vez mais se faz necessário que os atletas estejam nas suas melhores performance físicas. Nesse sentido a capacidade de força, em específico a força explosiva representa importante capacidade biomotora. A pliometria é um método de treinamento de força explosiva muito utilizado na modalidade do futebol e por esportistas em geral e um fator importante para o seu sucesso é a escolha da superfície adequada. Entretanto para o futebol surge a seguinte questão; qual superfície teria o maior ganho na performance dos atletas? A proposta deste estudo foi comparar o efeito do treinamento pliométrico (TP) em diferentes pisos (grama vs. areia) na performance de jogadores de futebol da categoria sub 20. O estudo foi longitudinal, realizado por dois grupos (areia 10 atletas) e (grama 9 atletas) em paralelo alocados de forma randômica. Após randomização, 19 atletas do sexo masculino (idade: 18,1 ± 1,15 anos; estatura: 1,78 ± 0,06 m; peso: 71,1 ± 6,84 kg) completaram 5 semanas de treinamento pliométrico na areia (TPA) e treinamento pliométrico na grama (TPG) foi realizado da primeira a quarta semana dois treinos na semana e na quinta semana foram realizados três treinos na semana. Os resultados são descritos como média e desvio padrão (DP). Uma ANOVA (2 x 2) de medidas repetidas com condição (pré e pós) e tipo de piso (areia e grama). Uma significância de 5% foi utilizada para todos os testes estatísticos. Foram realizadas antes e após o programa de 5 semanas os seguintes testes: Sprint de deslocamento 15 metros, Rast Test e Drop Jump (DJ) nas alturas 22, 44, 66 e 88 cm. Ao final do programa de treinamento não foram encontradas diferenças significativas nas avaliações relacionadas ao Sprint de deslocamento 15 metros e Rast Test entre o grupo TPA e TPG. No teste de Drop Jump foram encontrados aumentos significativos nas alturas de 44, 66 e 88 cm somente no grupo TPA. Concluímos que o treinamento de pliometria realizado na areia foi eficiente para gerar adaptações neuromusculares quanto ao Drop Jump, no entanto no teste de Sprint de deslocamento 15 metros e Rast Test não foi responsivo frente ao treinamento pliométrico.

Endereço: https://www.unimep.br/phpg/bibdig/aluno/visualiza.php?cod=1195

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.