ANPPEF - Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação Física

Ponto de encontro de sócios e simpatizantes da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação Física

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/cevanppef/

Exigência de Mais Mestrados e Doutorados Está Mantida



Notícia já "velha" mas por enquanto a exigência de mais mestrados e doutorados está mantida.

31/08/2010 RICARDO WESTIN
DE SÃO PAULO

O Conselho Nacional de Educação negou na noite desta terça-feira um recurso apresentado por faculdades e universidades particulares que tentava impedir o endurecimento das regras para que uma instituição ganhe ou renove o título de universidade.

Pelas normas atuais, para ter o título de universidade, a instituição precisa oferecer três cursos de mestrado e um de doutorado.

Em maio, o Conselho de Educação propôs critérios mais exigentes: quatro mestrados e dois doutorados.

A mudança afeta as faculdades e os centros universitários que queiram se tornar universidades. Mas assusta principalmente as instituições que já têm o título de universidade. Caso não cumpram os novos requisitos, as universidades poderão ser "rebaixadas" a centros universitários e, assim, perder a autonomia para abrir cursos.

Muitas universidades não atendem nem sequer à regra atual de três mestrados e um doutorado.

Todas as universidades particulares e federais (a norma não afeta as estaduais e as municipais) estarão obrigadas a se recredenciar. Porém, terão um período de transição: até 2013 precisarão ter três mestrados e um doutorado e até 2016, quatro mestrados e dois doutorados.

Cinco entidades representativas de faculdades e universidades privadas (ABMES, Semesp, Anup, Anaceu e Abrafi) recorreram. Com o recurso agora derrubado pelo Conselho Nacional de Educação, as regras propostas vão para o Ministério da Educação, que precisará homologá-las para que entrem em vigor.

"Há questões que não foram consideradas, como as diferenças regionais", diz José Roberto Covac, assessor jurídico das cinco entidades. "Em São Paulo, é fácil ter esse número de mestrados e doutorados. No Norte e no Nordeste, é mais difícil."

Ainda segundo Covac, caso o Ministério da Educação homologue as novas regras, as mensalidades cobradas dos alunos deverão sofrer aumento, já que as instituições terão custos extras para se adaptarem à nova realidade.

Segundo Milton Linhares, membro do Conselho Nacional de Educação, as mudanças são "bem equilibradas". "As novas universidades já terão de seguir a regra de quatro mestrados e dois doutorados. Mas as atuais universidades terão um prazo bastante razoável para se adaptarem."

Comentários

Por Abraao Gomes dos Santos
em 16-01-2011, às 01h52.

acho importante que o conselho nacional de educação tomem medidas que na minha concepção esta corretissima,orgaos como cnpq, capes já disponibiliza estes cursos, muitos deles no exterior , mas nós sabemos que o nosso pais esta concorrendo com os brincs, ou seja fazemos parte deste bloco , segundo pesquisa o brasil, ainda for ma por ano menos que nossos concorrentes , e sabemos que a pesquisa cintifica a qualidade e a produtividade fica comprometida num pais que esta crescendo e com a nossa dimensão, faz-se necessario a ampliação dos mestres e doutores na nossa area, para dignificar-mos a profissão os profissionais,e consequentemente o desnvolvimento socio ,economico desta grande nação que usufruto do engajamento de todos nós, agradeço mais uma vez este nobre espaço que me facultam

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.