Editores de Publicações Científicas

Ponto de Encontro dos Editores de Publicações Científicas. Discussão de temas como indexação, fontes de financiamento, normas e legislação, além de projetos de parcerias

Entrar no Grupo

Essa comunidade migrou para o Facebook. Participe: https://www.facebook.com/groups/ceveditores/

Fraude em Ciência



JC e-mail 4078, de 19 de Agosto de 2010.

13. Cresce a fraude em ciência - e no Brasil?, artigo de Marcelo Leite

"Nada menos que 72% dos pesquisadores incluídos numa revisão ampla de 2009 afirmam já ter presenciado algum tipo de má conduta"

(...)

Alguém duvidaria, em sã consciência, que fraudes científicas vão de vento em popa também no Brasil? http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=72932

Comentários

Por Luiz Roberto Nuñes Padilla
em 19-08-2010, às 23h13.

Colegas:

Não me surpreende o crescimento de fraudes numa sociedade que tolera os infratores, corruptos, etc., e onde ser honesto e correto só gera sofrimentos. A impunidade dos maus gera a audácia dos fraudadores.

Há alguns anos, na UFRGS, um aluno, para ser aprovado no TTC - no qual sequer se matriculara a tempo - já findo o semestre  simulou ser de sua autoria trabalho que copiou da internet. Flagrado, foi reprovado.

Não obstante o fato seja crime, a Direção não instaurou processo disciplinar.

Passados alguns dias, o aluno, na véspera da formatura, ingressou com um mandado de segurança, n° 2006.71.00.003533-1, na Justiça Federal de Porto Alegre, alegando ter recorrido da decisão (o que fez na antevéspera), e obteve liminar, a qual, contudo, foi revogada, horas depois, pelo juiz federal, ao receber as informações.

O aluno infrator, além de não ter sido processado nem administrativa, nem penalmente, meses depois, distorcendo os fatos, obteve uma liminar, no Juizado Especial Federal, e prestou o exame da OAB-RS, antes de ter concluído o curso de direito!

Os professores que reprovaram o aluno que cometeu o ato ilícito foram vítimas de assédio moral, e enfrentaram diversos problemas/dificuldades.

Uma inversão de valores.

As pessoas que agiram honesta e corretamente, sofreram.

Quem cometeu ato ilícito, logrou vantagem.

Os fatos públicos e notórios não dependem de prova.   Assim se consideram os que ocupam as manchetes.  (CPC art.334: Não dependem de prova os fatos: I - notórios)   Corrupção aparece diariamente, dezenas de capas do principal semanário do país.

Veja algumas capas: http://picasaweb.google.com/lh/sredir?uname=luiz.padilla&target=ALBUM&id=5495587633299280337&authkey=Gv1sRgCOXz5dTzyPSHVw&feat=email&mode=SLIDESHOW

Que fim levou a ética?

www.padilla.adv.br/etica/exemplo

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.