Musculação

Ponto de Encontro dos Profissionais, Estudantes e Pesquisadores

Entrar no Grupo

Execução dos Exercícios na Musculação.



Um dos principais erros durante a prática da musculação incluem executar os exercícios de forma incorreta, exagerar nas cargas, não prestar atenção à postura no momento da atividade... O que muita das vezes leva o indivíduo a sentir dores indesejadas, podendo até sofrer fraturas. Para evitar esses erros básicos a presença do professor de musculação é fundamental. Sendo assim, qual sua opinião dessa relação professor aluno nas academias de hoje?


 

 

Comentários

Por Guilherme Martins de Paula
em 02-02-2016, às 15h48.

O ideal é o professor ficar ao lado do aluno ate ele aprender todos os movimentos de todos os exercicios corretamente, pra justamente evitar as lesoes na academia.  Mas em muitas academias isso nao é feito.

Por Thiago Moraes
em 02-02-2016, às 18h44.

Infelizmente, muitos profissionais da área são extremamente negligentes com relação a atenção ao aluno em uma sala de musculação, e infelizmente quem sofrem as consequências são eles. Existem indivíduos que possuem dificuldade para aprender determinados movimentos, e a musculação é um esporte que causa lesões em uma parte dos seus praticantes, pois eles se preocupam em carregar peso, e não levam em conta a execução correta do movimento para que o grupo muscular recrutado em determinado exercício seja atingido, causando assim uma série de lesões. Ainda por cima, esses alunos não tem o resultado que desejam. É dever do profissional que exerce essa função estar sempre atento ao aluno, para que os movimentos sejam instruidos ao aluno de forma correta e o mesmo não sofra com lesões, que o impedirão de praticar essas atividades e trarão desconfortos ao seu corpo. 

Por Gabriela Vieira Quirino
em 09-03-2016, às 00h38.

Podemos notar nas academias que o professor de musculação muitas vezes deixa tudo por conta do aluno, supondo que ele já saiba ou que ele vá aprender sozinho a manusear os aparelhos, a postura correta, etc. Ou até mesmo ensinam na primeira vez, depois não acompanham mais a execução do exercício pelo aluno ao decorrer dos treinos. Porém, o correto seria, na minha opinião, o acompanhamento desses professor de perto, ele deveria estar sempre olhando, corrigindo, alertando, porque às vezes mesmo o aluno já sabendo realizar o exercício, ele está com a postura errada, por exemplo, o que talvez não pareça muito prejudicial, mas pode causar muitos danos num futuro próximo ou até mesmo distante. 

Pelo fato das pessoas estarem reconhecendo cada vez mais a necessidade desse monitoramento de perto, conscientizando dos danos de um exercício físico realizado da forma errada, os treinos com personal trainers estão ficando cada vez mais recorrentes nas academias.

Por Mariane Mariana de Azevedo Silva
em 09-03-2016, às 02h04.

Percebemos que apesar da melhora do quadro e atualmente ser obrigatório estar presente nas academia profissionais da área isso muitas vezes não acontece.Por experiência já treinei em academias que os intrutores não eram profissonais da educação física. Outro ponto importante é o desinteresse e negligência de alguns professores nas academias, vendo muitas vezes o aluno fazendo o exercício de maneira errada e não corrigindo ou também acompanhando o aluno durante um período muito curto. Nota-se que cada aluno possui uma necessidade diferente,aluno pode aprender a sua série em uma semana mas outro não. Por isso, é de extrema importância o acompanhamento até que o aluno aprenda a fazer os movimentos corretos, para alcançar resultados satisfatórios.

Mas a negligência da sala de musculação não parte apenas dos professores mas também dos alunos, que na busca por resultados rápidos utilizam  cargas excessivas comprometendo o movimento,com pouca amplitude que além de projudicar o treino pode gerar uma grave lesão.

Para comentar, é necessário ser cadastrado no CEV fazer parte dessa comunidade. Clique aqui para entrar.


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.