Desenvolvimento da Autoeficácia Docente Durante o Estágio Supervisionado na Formação Inicial em Educação Física

Por: Roberto Tadeu Iaochite e Roraima Alves da Costa Filho.

Journal Of Physical Education - v.31 - n.1 - 2020

Send to Kindle


.Resumo

Na formação inicial, futuros professores deveriam aprender a como lidar com a elevada demanda cognitiva, emocional e comportamental decorrente do ensino. Ao mesmo tempo, precisam desenvolver e fortalecer a crença pessoal de que serão capazes de lidar com esses desafios. No contexto da educação física, essas demandas podem ser ainda mais desafiadoras dado o ambiente e as condições em que as aulas são ministradas. Este estudo teve por objetivo medir, descrever e analisar a crença de autoeficácia docente para ensinar educação física e sua constituição a partir das experiências vividas durante a realização das disciplinas de estágio curricular supervisionado. 87 futuros professores (54% mulheres; idade média = 21,8) de uma universidade pública do interior do estado de São Paulo responderam a um questionário sociodemográfico, escala de autoeficácia docente e de fontes de autoeficácia docente. Para descrever as fontes de autoeficácia foram analisados os portfólios reflexivos produzidos como produto final do estágio supervisionado. Os futuros professores demonstraram moderada a elevada crença de autoeficácia, que foram sustentadas basicamente por experiências diretas de ensino e persuasões verbais. A relevância da autoeficácia docente para a formação dos professores, em particular, nos processos de formação inicial em educação física são discutidas.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/45676

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.