Suplementos Alimentares em Academias de Ginástica: Gerenciamentos do Corpo e Riscos à Saúde

Por: , Maria Isabel Brandão de Souza Mendes e .

Journal Of Physical Education - v.31 - n.1 - 2020

Send to Kindle


.Resumo

O objetivo deste estudo foi explorar os significados do uso de suplementos entre aqueles que praticam atividade física em academias de ginástica. Um estudo qualitativo foi realizado com base em 67 questionários respondidos na internet por praticantes de atividade física. Houve também uma observação dos grupos na Facebook, a dinâmica e outros aspectos como discussões, mensagens, perfis e imagens. Foi detectado que os praticantes de atividade física se importam mais com a quantidade de substâncias ingeridas do que com qualquer outro fator que possa levá-los a sofrer certos riscos à saúde. Eles acreditam que os chamados "excessos" podem causar doenças aos órgãos internos. Embora os participantes acreditem que seu próprio consumo de suplementos não compromete a saúde, a autoridade biomédica é crucial para que eles reconheçam se estão ou não em risco. O consumo de suplementos pode variar dependendo do que se entende ser excessivo e quais os riscos que podem comprometer o corpo. Existem muitas motivações para gerenciar essas substâncias. Os riscos para a saúde não devem ser analisados apenas a partir de uma perspectiva biomédica, mas também abordados pela lógica sociocultural das percepções e significados atribuídos pelos sujeitos ao corpo e ao seu gerenciamento.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/44952

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.