Transtorno do Espectro Autista e Interações Escolares: Sala de Aula e Pátio

Por: Emellyne Lima de Medeiros Dias Lemos, Laísy de Lima Nunes e Nádia Maria Ribeiro Salomão.

Revista Brasileira de Educação Especial - v.26 - n.1 - 2020

Send to Kindle


Resumo

Este estudo objetivou analisar episódios interacionais de crianças com autismo nos contextos de sala de aula e pátio, considerando seus pares e professores. Entende-se a relevância da inclusão escolar e das interações sociais específicas que ocorrem nesses contextos a partir das características neurodesenvolvimentais, sociocomunicativas e comportamentais das crianças diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista. Para tanto, foram realizadas oito filmagens em duas escolas particulares, com quatro professoras, quatro crianças com autismo e 42 crianças com desenvolvimento típico. Os resultados foram apresentados em termos quantitativos, a partir das frequências de episódios interacionais; e qualitativos, a partir da descrição de quatro estudos de caso contendo trechos dos episódios interacionais. Apesar das variações entre os contextos, os episódios interacionais completos caracterizaram-se pelo uso de objetos e mediações diádicas dirigidas pelas professoras às crianças autistas. Sobre as interações entre os pares, destaca-se que essas trocas foram mais frequentes durante as atividades livres no contexto de sala de aula. Por fim, ressaltase o papel do estudo dos episódios interacionais para os processos de pesquisa, avaliação e intervenção na área escolar.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382020000100069&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.